3 de jun de 2011

Dia dos namorados - Febre de amor - CANECA PERSONALIZADA



Febre de amor


Algo queima dentro de mim
Como uma febre,
Uma febre de amor

Não sei se é bom ou ruim
Mas meu corpo pede,
Esse calor

Eu quero sim,
Não me negue
por favor
Eu quero sentir
Essa febre
Que se chama amor


Vania Vacholz
Publicado no Recanto das Letras em 06/12/2010
Código do texto: T2656498

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários


06/12/2010 19:46 - Mada Cosenza
Eita frebre deliciosa, essa tds querem sentir, qto mais alta, melhor, kkkkkkk... Amei seus versos, querida Vania, menina do sorriso lindo. Bjss

06/12/2010 16:40 - MisterAdams
Engraçado, eu estou com febre. Será que é de amor? Se for de amor, nem vou tomar o antipirético. Beijão, e parabéns pelo belo poema!

06/12/2010 13:49 - OTAVIO JM
Uma obra repleta de emoção e verdadeira... Que o hoje teu... marque-se como o SEMPRE do viver! Bela obra

06/12/2010 13:39 - Marcelo Riboni
A ânsia de amar é grande, deixa o coração pequeno e aumenta os sentidos e os sentimentos a flor da pele para que o ser amado diga sim, sim e mil vezes sim para nosso amor, nosso carinho e se entregue para esta emoção de corpo e alma. Parabéns pelo poema.
06/12/2010 13:23 - SonhoAzul
Ahhhhhhhhhhhh menina xonada, não irá se arrepender nunca de deixar esse Calor te Queimar rsrssr É de uma delicadeza suas chamas, de uma leveza seu toque q nem imagina.Ha tempos ele passou por mim e lhe digo, as marcas desse fogo marcaram-me pra sempre rsrs Beijos vidinha...Amei o q disse aqui rsrsrs

06/12/2010 13:20 - Gracielly
Completo... parabéns!

Um comentário:

Clau Jambo disse...

Uma graça.


Bjs
Clau
http://www.garotajambo.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...